Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Fábrica têxtil em Santo Tirso consumida pelas chamas. Veja as imagens

Dois bombeiros feridos no combate ao fogo.
Ana Silva Monteiro e Lusa 22 de Junho de 2020 às 21:25
A carregar o vídeo ...
Fábrica têxtil em Santo Tirso consumida pelas chamas. Veja as imagens
Mais de 70 operacionais combateram um incêndio numa fábrica de gazes hidrófilas, no concelho de Santo Tirso, distrito do Porto, que deflagrou ao início da noite desta segunda-feira, disse fonte da Proteção Civil. Pelo menos dois bombeiros ficaram feridos no combate ao fogo.

O Correio da Manhã sabe que no momento em que o incêndio deflagrou, estavam trabalhadores no local, uma vez que a fábrica nunca pára a produção. Tem mais de 300 trabalhadores, no entanto, não há feridos a resgistar.

De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro do (CDOS) do Porto, os bombeiros foram chamados para um incêndio na fábrica ADA Fios, que "ainda está em curso".

A informação disponível na página da ADA Fios na internet dá conta de que esta empresa é especializada na produção de gazes hidrófilas hospitalares.

O CDOS do Porto acrescentou que a combater o incêndio estiveram as corporações dos bombeiros voluntários de Santo Tirso, Tirsenses, Vila das Aves, Póvoa de Varzim, Paços de Ferreira, Valongo e Ermesinde.

O alerta foi dado às 19h57 e pelas 21h40 estavam a combater o incêndio 73 operacionais, apoiados por 24 veículos, segundo a informação disponível na página na internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil na internet.

O incêndio foi dominado esta madrugada às 05h25, disse à Lusa fonte dos bombeiros.

O rescaldo "deverá levar toda a manhã", já que implica "a remoção de toda a matéria-prima" do interior da fábrica, disse a mesma fonte dos Bombeiros Voluntários de Santo Tirso, pelas 05h35.





Santo Tirso fábrica têxtil bombeiros operacionais
Ver comentários