Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

FC Porto abandona hotel após incêndio

Festa do título foi interrompida após tocha cair na garagem. Dragões mudaram de alojamento pelas 2h30.
Sérgio Pereira Cardoso 6 de Maio de 2018 às 00:47
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Sérgio Conceição e restante equipa na rua
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Sérgio Conceição e restante equipa na rua para fugir do fogo
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Sérgio Conceição
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Sérgio Conceição e restante equipa na rua
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Sérgio Conceição e restante equipa na rua para fugir do fogo
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Sérgio Conceição
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Sérgio Conceição e restante equipa na rua
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Sérgio Conceição e restante equipa na rua para fugir do fogo
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Incêndio deflagra no hotel que alberga equipa do FC Porto
Sérgio Conceição
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Equipa acabou por abandonar unidade hoteleira
Um incêndio deflagrou este sábado na casa das máquinas da unidade hoteleira em Vila Nova de Gaia, onde estava instalada a equipa do FC Porto, que celebrou ali a conquista da I Liga portuguesa de futebol. O incêndio foi dominado já depois das 1h30 deste domingo, mas os bombeiros permaneceram no local até por volta das 4h00.

O fogo começou devido ao lançamento de uma tocha para dentro da garagem do hotel que pegou fogo a um carro. Os hóspedes foram retirados e reunidos em frente ao hotel. Sérgio Conceição e a equipa do FC Porto também vieram para a rua e acabaram mesmo por abandonar a unidade hoteleira onde estavam em estágio.

Por volta das 00h30, já os jogadores se encontravam no interior do hotel Solverde, em S. Félix da Marinha, Vila Nova de Gaia, um denso fumo começou a cobrir a zona de entrada da unidade hoteleira. Inicialmente, a generalidade das pessoas começou a pensar que seria uma simples tocha, mas o fumo foi tornando-se cada vez mais e cada vez mais denso. Um bombeiro da corporação da Aguda, que se encontrava no local a festejar como adepto, tentou um primeiro combate com recurso a uma mangueira e extintores do hotel, logo dando o alerta via 112.

Ao perceberem de que o caso era mais grave do que parecia, os militares da GNR - com ajuda de alguns membros da claque, incluindo Fernando Madureira - procederam à retirada das centenas de adeptos que ali se encontravam. Foi então definida uma zona de segurança até à chegada dos bombeiros. No total, 41 operacionais e 13 viaturas, incluindo equipas médicas que assistiram cinco ou seis pessoas que se sentiram indispostas.

Manuel Violas, o dono do Grupo Solverde, confirmou, ainda durante a madrugada, que foi uma tocha que caiu na zona da garagem, incendiando um carro e danodo origem ao fogo. Foi cortada a energia elétrica e os hóspedes também retirados para uma zona comum, face ao fumo que invadia o hotel.

O FC Porto decidiu que não havia condições para ali pernoitar e saiu, pelas 2h30, rumo ao Porto Palácio, onde, aí sim, o plantel - depois de muitos 'diretos' no Instagram - descansou o possível tendo em vista o jogo deste domingo, com o Feirense.



Futebol Clube do Porto FC Porto Solverde Bombeiros economia negócios e finanças indústria transformadora
Ver comentários