Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Jovem que matou colega e escondeu corpo tentou suicidar-se nas instalações da Polícia Judiciária

Polícia encontrou cenário de violência em casa. Suspeito confessou ter atirado o corpo ao rio Tejo.
Tânia Laranjo 28 de Maio de 2020 às 09:05
Beatriz Lebre, jovem estudante morta por colega em Lisboa
Beatriz Lebre, jovem estudante morta por colega em Lisboa FOTO: DR.
Rúben Couto, de 25 anos, foi detido esta quarta-feira pela PJ de Lisboa por ser suspeito de assassinar a colega de curso. As autoridades continuam a fazer buscas para encontrar o corpo de Beatriz Lebre, de 23 anos.
Os pais da jovem deram conta do desaparecimento da filha na passada sexta-feira, dia 22, e o alerta foi dado às autoridades. A família revelou ainda à polícia que o suspeito do crime mantinha uma relação abusiva com a filha.

A Polícia Judiciária tenta agora localizar o cadáver depois do suspeito ter confessado que atirou o corpo ao rio Tejo. O CM sabe que o detido tentou o suicídio nas instalações anexas à Polícia Judiciária e foi transferido para o Hospital de São José.

Rúben Couto estava a terminar um mestrado em Psicologia. Já tinha realizado vários trabalhos de voluntariado, inclusive em Moçambique. 

A estudante era de Elvas mas estudava em Lisboa. Segundo explicou o avô à CMTV, a neta vivia em Chelas, era natural de Elvas e estudava em Lisboa.



PJ crime lei e justiça Lisboa polícia desaparecidos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)