Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Mulher morre carbonizada em queima autorizada em Abrantes

Corpo foi removido pelos bombeiros para a morgue.
Tiago Virgílio Pereira 23 de Novembro de 2020 às 21:57
Bombeiros
Bombeiros FOTO: Lusa
Para garantir que a queima estava autorizada, a mulher de 70 anos contactou, na manhã de segunda-feira, os Bombeiros Voluntários de Abrantes, assim como a Proteção Civil. Ambos deram parecer positivo e, por isso, horas depois, a mulher deu inicio à queima de sobrantes, na localidade de Cabeça Gorda. Porém, pelas 12h35, chegou o alerta para um incêndio. A mulher foi apanhada pelas chamas e morreu carbonizada.

"Em causa pode estar a inalação de fumo que possa ter provocado a desorientação da vítima ou até o descontrolar das chamas que depois terão alastrado à roupa", explicou António Manuel Jesus, comandante dos Bombeiros Voluntários de Abrantes. Foi durante o combate às chamas que os bombeiros encontraram o corpo carbonizado. Já nada havia a fazer. 

O corpo foi transportado para a morgue do Hospital de Abrantes e será sujeito a autópsia. A GNR foi também accionada para o local e recolheu várias provas. Vai agora tentar perceber quais as causas do acidente. Ao que o CM apurou, a vítima era muito querida na localidade e os populares já haviam dado o alerta para o seu desaparecimento.
Ver comentários