Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Basquetebolista portuguesa denuncia assédio de treinador

Sara Djassi viveu “episódios vexatórios”.
Paulo Fonte(paulofonte@cmjornal.pt) 5 de Agosto de 2020 às 01:30
Sara Djassi
Sara Djassi FOTO: Direitos Reservados
A basquetebolista portuguesa Sara Djassi, de 30 anos, revelou esta terça-feira o assédio de que foi alvo por parte do treinador quando jogou no Ciudad de los Adelantados, clube atualmente denominado Ciudad de La Laguna Tenerife, da Liga 2 feminina espanhola. Numa carta divulgada pelo site Columna Cero, a atleta relata o pesadelo que viveu em Tenerife, quando, há quatro anos, foi alvo de "episódios vexatórios" por parte de Claudio García.

A agora atleta do Manchester Mystics, Inglaterra, conta: "O treinador fazia comentários inapropriados sobre mim. Dizia, por exemplo, ‘tu, portuguesa, tens um bom rabo’. A partir desse momento preocupei-me em não usar a roupa que o clube me dava porque os calções eram demasiado justos", revelou. A jogadora apontou outros insultos de que foi alvo, como por exemplo "chupa-me os t...", ao mesmo tempo que as jogadoras ouviam-no dizer: "Suas p...". Acrescenta que por várias vezes o técnico perguntou-lhe se tinha noivo e se ele estava em Tenerife. E conclui: "Nunca tive o apoio dos restantes membros do clube. O Claudio deixou claro que ninguém estava acima dele."
Sara Djassi Ciudad de La Laguna Tenerife Adelantados Ciudad Claudio García desporto basquetebol
Ver comentários