Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Bebé retirado a mãe à nascença regressa a casa

Decisão do tribunal ainda não é definitiva.
9 de Fevereiro de 2017 às 09:26
Lígia Silva
Lígia Silva FOTO: CMTV
Lígia Silva voltou a ter o seu filho bebé nos braços, depois de este lhe ter sido retirado à nascença, ainda na maternidade, para 'adoção', devido a uma ordem de tribunal, em setembro passado.

Foi esta mesma ordem que fez com que Lígia, de 33 anos, perdesse também a guarda dos seus outros dois filhos, de dois e seis anos, devido a um relatório da Segurança Social que acusa desde o príncipio de estar 'repleto de falsidades'. 

A mãe revelou em declarações a um jornal da imprensa nacional ter sido apanhada de surpresa, naquela que achava ser só mais uma sessão de declaração de depoimentos no Tribunal de Família e Menores de Matosinhos. "Pensava que era mais uma daquelas diligências onde são ouvidas apenas as técnicas da Segurança Social e onde eu dissesse o que dissesse, em nada iria alterar a situação", afirmou. 

Autorizada a ir imediatamente buscar o seu filho à casa de acolhimento onde se encontrava, Lígia afirma que para se sentir verdadeiramente feliz precisa de recuperar a guarda dos outros filhos. 

O regresso do menino a casa da mãe ainda não é definitivo, tendo carácter provisório durante mais alguns meses. 

Ver comentários