Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Bombeiro ouvido no julgamento pela morte de dois comandos durante prova diz que Hugo Abreu "já estava morto"

Luís Vasco adiantou que "alguém que estava dentro da mesma tenda pediu ao médico para avaliar Dylan".
Raquel Simões 31 de Janeiro de 2020 às 08:54
Hugo Abreu tinha 20 anos
Dylan da Silva
Hugo Abreu tinha 20 anos
Dylan da Silva
Hugo Abreu tinha 20 anos
Dylan da Silva
Um bombeiro de Samora Correia afirmou esta quinta-feira, no julgamento pela morte de dois comandos durante uma prova, no Campo de Tiro de Alcochete, em setembro de 2016, que Hugo Abreu "já estava morto".

Luís Vasco adiantou, ainda, que "alguém que estava dentro da mesma tenda pediu ao médico para avaliar Dylan", que também estava deitado no chão e que era visível que "precisava de cuidados médicos".

A testemunha disse ainda que Dylan Silva foi "retirado da tenda, devido às temperaturas elevadas e foi assistido na ambulância militar" durante uma hora pelo médico do INEM.
Hugo Abreu Dylan Silva Campo de Tiro de Alcochete acidentes e desastres política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)