Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Brueckner suspeito de mostrar pénis a menor semanas antes de desaparecimento de Maddie

Homem masturbou-se à frente de menina de 10 anos, numa praia, um mês antes de Maddie ser raptada.
Cláudia Machado 5 de Setembro de 2020 às 09:29
Christian Brueckner , de 43 anos, tem um longo cadastro, incluindo crimes sexuais, e está a cumprir uma pena por tráfico de droga na cadeia de Kiel, na Alemanha
Maddie McCann , de três anos, desapareceu de um resort na praia da Luz, em Lagos, a 3 de maio de 2007
Christian Brueckner , de 43 anos, tem um longo cadastro, incluindo crimes sexuais, e está a cumprir uma pena por tráfico de droga na cadeia de Kiel, na Alemanha
Maddie McCann , de três anos, desapareceu de um resort na praia da Luz, em Lagos, a 3 de maio de 2007
Christian Brueckner , de 43 anos, tem um longo cadastro, incluindo crimes sexuais, e está a cumprir uma pena por tráfico de droga na cadeia de Kiel, na Alemanha
Maddie McCann , de três anos, desapareceu de um resort na praia da Luz, em Lagos, a 3 de maio de 2007
A menina, turista alemã de apenas 10 anos, estava numa praia do Algarve quando surgiu um homem à sua frente a masturbar-se. O crime aconteceu em abril de 2007, um mês antes de Maddie McCann desaparecer sem deixar rasto da praia da Luz, em Lagos. Apesar de, na altura, estes dois casos não terem qualquer relação, partilham agora o mesmo suspeito. A Justiça alemã confirmou à RTP que Christian Brueckner, de 43 anos, está a ser investigado pelo ato de exibicionismo, além do rapto e morte de Madeleine.

“Pensamos que Christian [Brueckner] é suspeito de abuso sexual de uma criança de 10 anos, em Portugal”, afirmou o procurador alemão Hans-Christian Wolters numa entrevista, explicando que este surgiu depois de ter sido perguntado às autoridades portuguesas se havia registo de crimes sexuais no País, na altura em que o suspeito vivia no Algarve. Brueckner “é suspeito de se masturbar à frente da menina, o que na Alemanha é considerado abuso sexual”, ressalvou o responsável, explicando que o caso é investigado “desde abril de 2019”.

Esta vítima, hoje com 23 anos, foi contactada pelos investigadores alemães e o seu depoimento levou a que o predador sexual fosse investigado também por este crime, que aconteceu “na mesma área do rapto de Maddie”.

Desde que anunciou ter um suspeito para o rapto e homicídio de Maddie, a polícia alemã fez várias diligências, incluindo buscas e escavações junto a uma casa, na Alemanha, onde Christian Brueckner viveu.

pormenores
Preso em Kiel  
Christian Brueckner está detido na cadeia de Kiel, na Alemanha, a cumprir pena por tráfico de droga. Enfrentará, depois, mais sete anos de prisão por ter violado uma mulher, de 72 anos, no Algarve.

Esteve no local
Quando a polícia alemã revelou que tinha um suspeito para o caso Maddie, foram divulgados alguns indícios que colocam Brueckner perto do local do crime, no intervalo temporal em que aconteceu.

Chamada
Uma das pistas é uma chamada telefónica recebida pelo predador sexual, perto da praia da Luz, que durou cerca de 20 minutos e ocorreu pouco antes da menina inglesa desaparecer.
Ver comentários