Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Cabecilha de violento gang do Valbom fica em liberdade

‘Bianchi’ tenta escapar aos inspetores da PJ durante vigilância.
Tânia Laranjo, José Eduardo Cação e Liliana Rodrigues 1 de Março de 2019 às 08:42
Gang de Valbom era um dos mais perigosos do Norte
Já julgado por vários crimes em 2010, o gang de Valbom respondia agora por outros atos violentos
'Gang de Valbom' está a ser julgado em tribunal
Nuno Ferreira (à esq.) foi o único condenado por condução ilegal e resistência e coação
'Trico' foi quem teve a pena mais pesada
‘Bianchi’ foi preso recentemente
Gang de Valbom era um dos mais perigosos do Norte
Já julgado por vários crimes em 2010, o gang de Valbom respondia agora por outros atos violentos
'Gang de Valbom' está a ser julgado em tribunal
Nuno Ferreira (à esq.) foi o único condenado por condução ilegal e resistência e coação
'Trico' foi quem teve a pena mais pesada
‘Bianchi’ foi preso recentemente
Gang de Valbom era um dos mais perigosos do Norte
Já julgado por vários crimes em 2010, o gang de Valbom respondia agora por outros atos violentos
'Gang de Valbom' está a ser julgado em tribunal
Nuno Ferreira (à esq.) foi o único condenado por condução ilegal e resistência e coação
'Trico' foi quem teve a pena mais pesada
‘Bianchi’ foi preso recentemente
Hélder ‘Bianchi’, ex-cabecilha do violento gang de Valbom, tentou escapar quando viu os inspetores da PJ do Porto que o vigiavam, quarta-feira, em Santo Tirso, e obrigou-os a efetuarem disparos para o ar. Foi detido.

Já no ano passado, tentara atropelar inspetores que o iam deter, durante uma vigilância, após assaltos à mão armada a carrinhas de tabaco e de valores. Foi esta quinta-feira presente a uma juíza do Tribunal de Instrução Criminal do Porto, indiciado por tentativa de homicídio. O Ministério Público considerou que o crime em causa era de dano com violência. Saiu em liberdade, sujeito a apresentações diárias às autoridades.

‘Bianchi’ estava desaparecido desde o ano passado. É ainda suspeito de envolvimento num assalto em que um inspetor da PJ do Porto foi baleado. Nessa altura era o cabecilha do gang da Giesta, que foi entretanto desmantelado pela PJ, tal como aconteceu com o gang de Valbom - um dos mais violentos da Área Metropolitana do Porto -, durante a Operação Charlie, em 2008.

O grupo de Valbom protagonizou uma onda de assaltos no Norte do País, com especial incidência nas cidades do Porto e de Vila Nova de Gaia. Entre os crimes cometidos há assaltos a ourivesarias, carjacking, tráfico de droga e tentativas de homicídio em discotecas, incluindo contra membros do antigo gang da Ribeira, de Bruno Pidá.

Durante o julgamento do gang de Valbom algumas testemunhas foram coagidas. Bianchi já cumpriu pena, mas entretanto saiu em liberdade.
Ver comentários