Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Cabras e cães envenenados em pastagens em Olhão

Animais estão a ficar doentes após ingerirem erva em terrenos no Cerro da Cabeça.
Rafael Domingues 27 de Fevereiro de 2020 às 08:45
Maria Bento junto a uma das cabras doentes após terem ingerido erva
Maria Bento junto a uma das cabras doentes após terem ingerido erva FOTO: Nuno Alfarrobinha
Maria Bento já perdeu a conta às cabras que enterrou nos últimos dois anos. Os animais estão a apresentar sintomas de magreza e perda de força nas pernas, após irem pastar ao Cerro da Cabeça, em Olhão, e acabam por morrer. Há ainda registo de cães envenenados na mesma zona.

"Desconfio que é veneno que é colocado nas pastagens onde ando com as cabras. De há dois anos para cá, nesta altura do ano quando a erva está composta, os animais ficam doentes e começam a deitar água da boca que parece leite", lamentou ao CM a pastora. Os terrenos onde os animais pastam não são semeados e, por isso, estranha a existência de herbicidas. "Entre os pastores fala-se em vingança ou caçadores que colocam veneno", acrescenta.

A GNR já foi alertada mas ainda não foi possível apurar as causas da morte dos animais.

PORMENORES
Cães aparecem mortos
Segundo a pastora, alguns vizinhos transmitiram-lhe que "vários cães têm aparecido mortos" depois de "aliciados com carne envenenada".

20 cabras já morreram
Maria Bento tinha 49 cabras há dois anos. Neste momento tem apenas 29 animais. Só nas últimas duas semanas, já morreram perto de uma dezena com os mesmos sintomas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)