Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Cadastrado abusa de jovem e alicia menores à prostituição

Comerciante, de 72 anos, já tinha antecedentes por crimes sexuais com crianças e foi detido de novo pela Polícia Judiciária, em Macedo de Cavaleiros.
José Eduardo Cação e Tânia Rei 20 de Março de 2019 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Comerciante, de 72 anos, já tinha antecedentes por crimes sexuais com crianças e foi detido de novo pela Polícia Judiciária, em Macedo de Cavaleiros.

Já foi condenado, em maio de 2018, a dois anos de prisão, pena suspensa, por aliciamento de menores de uma instituição de Macedo de Cavaleiros para a prostituição e foi agora detido pela PJ de Vila Real por crimes idênticos. O comerciante, de 72 anos e que tem uma loja de eletrodomésticos naquele concelho, é suspeito de abusar de uma jovem, de 20 e com complicações psiquiátricas, e de aliciar quatro adolescentes, com idades entre 15 e 18 anos, para se prostituírem. Ficou em prisão preventiva.

Os crimes agora em questão ocorreram entre janeiro de 2017 e o início deste ano. Tal como acontecia no caso pelo qual já foi condenado, as jovens vítimas eram contactadas através de mensagens de telemóvel e pelas redes sociais, como o Facebook. Por vezes, o suspeito oferecia dinheiro às adolescentes - algumas das quais viviam com os pais - em troca de relações sexuais.

Já no outro processo, que remonta a crimes cometidos em 2014, cinco meninas chegaram a prestar depoimento para memória futura. O homem acabou por ser condenado por três crimes de tentativa de prostituição de menores e um de detenção de arma proibida. Ficou sujeito a um plano de reinserção social.

O septuagenário foi agora detido de novo pela PJ e presente ontem ao Tribunal de Macedo de Cavaleiros. Indiciado de abuso sexual de pessoa incapaz, recurso à prostituição de menores e importunação sexual, vai aguardar novo julgamento na cadeia de Bragança.

Ver comentários