Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Casal e dois filhos feridos em despiste

O regresso a casa, depois de uma noite de convívio familiar, acabou da pior maneira para Paulo José Jesus Barata que seguia com a mulher e os dois filhos menores, de nove e 12 anos. O carro em que viajavam despistou-se e capotou. Foi na madrugada de ontem, na A23, em Belmonte, causando ferimentos nos quatro ocupantes.

6 de Fevereiro de 2012 às 01:00
O despiste do Opel Tigra (foto peq.), seguido de capotamento, ocorreu junto a uma curva da A23, em Belmonte
O despiste do Opel Tigra (foto peq.), seguido de capotamento, ocorreu junto a uma curva da A23, em Belmonte FOTO: Edgar Martins

O acidente ocorreu ao quilómetro 180 da A23, quando o Opel Tigra em que seguiam entrou em despiste numa curva e capotou várias vezes. A família seguia para casa, em Alcains.

Segundo fonte do Destacamento de Trânsito da GNR de Castelo Branco, "o acidente ocorreu poucos minutos depois das 00h00 e resultou em três feridos graves e um ligeiro, que foram transportados para o Hospital da Covilhã". O caso mais crítico é o do menino de nove anos, que seguia no banco de trás e que, devido à gravidade dos traumatismos, foi transportado de urgência para o Hospital Pediátrico de Coimbra. "Encontra-se com prognóstico reservado, na Unidade de Cuidados Intensivos", disse fonte do Hospital da Covilhã.

Por seu lado, a mãe, de 38 anos, e a filha, de 12, que também viajava no banco traseiro, foram já transportadas para o Hospital de Castelo Branco, onde ainda se encontram internadas mas em situação estável e fora de perigo.

As causas do acidente ainda estão por apurar, mas devido à extensão dos destroços ao longo da via, as autoridades acreditam que o "automóvel terá entrado na berma e o condutor perdeu o controlo ao tentar corrigir a trajectória, o que levou o automóvel a capotar". Não colocam de lado a possibilidade de o carro circular em excesso de velocidade.

Os Bombeiros de Belmonte chegaram ao local em menos de 15 minutos. Foram com 18 homens, um veículo desencarcerador e três ambulâncias que administraram os primeiros socorros. "Estas situações são sempre delicadas, sobretudo quando há feridos graves, mas pelo menos não foi necessário utilizar o material de desencarceramento, o que acabou por facilitar o socorro aos sinistrados", conta o subchefe dos voluntários belmontenses, Daniel Gonçalves, que ajudou a prestar assistência aos feridos. No local estiveram ainda os Bombeiros da Covilhã.

CHOQUE CONTRA CASA MATA

O despiste de um carro ligeiro contra uma casa fez ontem um morto e dois feridos graves no IC2, em Venda Nova, Soure. A violência do sinistro, às 02h40, foi tal que destruiu as paredes da casa e a vítima mortal - projectada para fora do carro - ficou no meio dos escombros. Os dois feridos estavam encarcerados e foram levados em "estado muito grave" para Coimbra, disse o comandante dos Bombeiros de Soure, Carlos Luís Tavares. Só uma das vítimas, o condutor de 32 anos, ucraniano e residente em Penela, foi identificada, e as autoridades suspeitam de que os outros são da mesma nacionalidade. A casa onde o carro embateu está desabitada, mas os vizinhos Odete Lucas e Horácio Branco apanharam "um grande susto".

MOTOCICLISTA MORRE EM COLISÃO NA A2

Um motociclista morreu ontem vítima de uma violenta colisão entre o veículo que dirigia e um ligeiro de passageiros ao quilómetro 65, do sentido norte-sul da A2, entre o nó da Marateca e a estação de serviço de Alcácer do Sal. De acordo com fonte do CDOS de Setúbal, o alerta foi dado cerca das 18h45. Nas operações de socorro estiveram envolvidos meios da corporação de Bombeiros de Águas de Moura, a VMER do INEM de Setúbal e a GNR. Segundo a autoridade, o trânsito esteve condicionado no local devido às operações policiais e de socorro durante cerca de duas horas. À hora de fecho da edição os bombeiros procediam à limpeza da via. Apesar do aparato, o acidente não provocou ferimentos aos passageiros do ligeiro envolvido na colisão. O corpo do motociclista sinistrado recolheu à Medicina Legal do Hospital de Setúbal.

MORTE DESPISTE ACIDENTE ÓBITO SINISTRALIDADE FERIDOS
Ver comentários