Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Cassimo Turé nega ligação ao Daesh

Advogado do arguido, que está em liberdade, acredita que foi dado mais um passo no sentido de provar a sua inocência.
M.L. 27 de Outubro de 2020 às 09:27
Cassimo Turé está em liberdade
Cassimo Turé está em liberdade FOTO: Pedro Simões
Cassimo Turé, um dos oito portugueses acusados de vários crimes de terrorismo e ligações ao Daesh, negou esta segunda-feira todas as acusações que lhe são imputadas, durante o julgamento, que decorre no Campus de Justiça, em Lisboa.

“Nunca pertenci a uma organização terrorista. Sou muçulmano, mas não me revejo nessas situações. Não sabia que o meu irmão [Sadjo Turé] ia para a Síria e nunca vi sinais de radicalização”, garantiu o arguido.

O advogado do arguido, que está em liberdade, acredita que foi dado mais um passo no sentido de provar a sua inocência. “O Cassimo está neste processo porque há um sujeito que está a ser investigado pela polícia britânica. Se ele não fosse irmão de um deles, não estaria aqui”, afirmou Ricardo Serrano Vieira. Há oito arguidos no processo, mas apenas dois se sentam no banco dos réus: Cassimo Turé e Rómulo Costa, detido em Monsanto. Os outros cinco terão morrido em combate. Nero Saraiva estará preso no Afeganistão.
Ver comentários