Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Cegonhas foram morar por cima da auto-estrada

As cegonhas encontraram um novo espaço para fazer os seus ninhos. Cinco casais estão a nidificar nos placares de informação por cima da A25, junto à zona de Cacia e do Rio Vouga.
3 de Abril de 2006 às 00:00
Por cima da A25, dois casais estão já a construir novos ninhos
Por cima da A25, dois casais estão já a construir novos ninhos FOTO: António Manuel Rodrigues
Há cada vez mais postes de electricidade com engenhos que impedem ou dificultam a construção dos ninhos, mas a população de cegonhas em Sever do Vouga continua a crescer, segundo os ambientalistas (embora o último censo seja de 2004).
As aves, enfrentando esta ‘crise imobiliária’, adaptam-se – depois do ‘choque tecnológico’ do ano passado, quando foram para antenas de operadores móveis, aparecem agora nas torres de sinalização das auto-estradas.
Samuel Infante, da Quercus, avança uma explicação. “Provavelmente são casais novos que não tinham local já pré-estabelecido ou que, quando chegaram, encontraram os melhores locais ocupados.”
Segundo disse ao CM Vítor Encarnação, um dos responsáveis do Instituto de Conservação da Natureza, as cegonhas “têm por hábito retomar o ninho que abandonaram no ano anterior, reconstruindo-o”.
No entanto, quando não encontram o ninho antigo têm tendência a fazê-lo no mesmo local. Mesmo que, por exemplo, seja num poste de electricidade onde a EDP tenha instalado um catavento. “São aves tão teimosas que se arranjarem uma forma engenhosa de parar o catavento, fazem o ninho em cima dele.”
RISCO DE ACIDENTE
Segundo o que o CM observou, as cegonhas brancas parecem apreciar o espaço e a altura de que dispõem nos placares. Tal como os automobilistas, aliás, que muitas vezes afrouxam para ver o seu voo ou apreciar simplesmente o ar majestoso das cegonhas dentro do ninho.
De acordo com a Aenor, a concessionária da A25, não há qualquer registo de acidentes naquele troço, embora não seja de pôr de parte o risco de distracção dos automobilistas curiosos em ver as aves em tão insólito lugar.
VOOS DE VERÃO
Assim que os ninhos (feitos com paus e ramos)estiverem prontos, o casal nidifica, ficando sempre um dos pais a chocar os ovos, enquanto o outro procura alimento. Daí ser normal ver apenas uma cegonha no ninho.
Os casais que encontraram o espaço para fazer a nova casa por cima da auto-estrada estão mais atrasados e ainda não puseram ovos.
Depois da eclosão dos ovos, os juvenis vão treinar o voo. Por isso, é bastante provável que lá para Junho ou Julho se vejam as pequenas cegonhas a sobrevoar o trânsito na A25.
POR QUE É QUE TRAZEM BEBÉS?
A cegonha é desde tempo imemoráveis associada à chegada dos bebés. Quem não visualiza com facilidade a imagem do filme ‘Dumbo’, de Walt Disney, em que as cegonhas trazem pendurado no bico as crias de vários animais do circo. O último a chegar é mesmo o mais pesado: o elefante Dumbo.
O mito tem explicação nos hábitos da ave, ou seja, depois de criar ruma para África no Outono e só regressa à Europa no início da Primavera. A maioria dos nascimentos na colónia acontece perto do Solstício de Verão (a 21 de Junho), ou seja, exactamente nove meses depois de ter abandonado a região.
Quando um casal de cegonhas escolhe a chaminé de uma casa para fazer o ninho, diz-se também significar que em breve a família que lá mora será bafejada com mais um nascimento ou uma colheita fértil.
PERGUNTAS E RESPOSTAS
Qual é a descrição de uma cegonha?
O nome científico é ‘ciconia ciconia’. Trata-se de uma ave aquática de grande porte que atinge 165 centímetros de envergadura de asas. A plumagem é branca e negra na cauda.
Se são aves migratórias, em que alturas e para onde se movimentam?
Chegam à Europa em Fevereiro/Março, para nidificar, e partem no final do Verão. Cruzam o Estreito de Gibraltar e rumam para a África subsariana.
Que habitats escolhem em Portugal?
Normalmente, zonas agrícolas ou perto do estuários de rios, por causa da alimentação. Procuram fazer o ninho num ponto elevado, para proteger os ovos dos predadores.
De que é que se alimentam?
Nas áreas agrícolas, dos cereais nos campos. Também visitam lixeiras e aterros sanitários à procura de alimento. Nos arrozais caçam lagostins-vermelhos, considerados uma praga.
Há alguma ideia sobre quantas cegonhas existem em Portugal?
Sim, no último censo foram recenseados 7684 ninhos, ou seja, casais formados. A maioria localiza-se na zona Sul do País e no Litoral Centro.
CURIOSIDADES
FIDELIDADE
As cegonhas são associadas à fidelidade e também um dos símbolos do casamento. Isto porque, de forma geral, os casais formados permanecem juntos para sempre, voltando ao ninho onde estiveram no ano anterior.
LEI GREGA
A civilização grega tinha uma lei a que chamava ‘Pelargia’. Uma antiga lei em que os filhos tinham de tomar conta dos pais envelhecidos, assim como estes tinham feito enquanto bebés. ‘Pelargos’ é ‘cegonha’ em grego.
CENSO ANTIGO
Num dos últimos censos realizado à comunidade de cegonhas, em 1994, os especialistas concluíram que 53% dos ninhos se situavam em árvores, 27% em construções humanas, 18% em postes de electricidade, 2% em falésias rochosas e 1% em alcantilados fluviais. Faltam números actuais.
Ver comentários