Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Cibercrimes disparam 276 % durante pandemia

‘Phishing’ (roubo de dados) lidera ranking.
Miguel Curado 16 de Maio de 2020 às 09:04
Cibercrimes disparam 276 % durante pandemia
Cibercrimes disparam 276 % durante pandemia FOTO: Getty Images

O ataque cerrado levado a cabo pelos criminosos que atuam online, durante o período da pandemia de Covid-19 em Portugal, volta a evidenciar-se. Desta vez, foi o Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS), organismo governamental que centraliza e monitoriza os ataques a redes informáticas, públicas e privadas, que revelou um crescimento de denúncias de 276%, comparando março deste ano com o mês homólogo de 2019.

Olhando para os dados reportados pelo CNCS, é possível verificar que, ao contrário das queixas feitas às polícias ou ao Ministério Público (em que cada denúncia corresponde a um inquérito), as situações expostas ao Centro de Cibersegurança são agrupadas em tendências criminais, classificadas como ‘incidentes’.

Assim, com base neste pressuposto, o CNCS explica ter sinalizado 138 ‘incidentes’ tipificadores de uma prática criminal em março deste ano, face aos 50 do mesmo mês em 2019.

O ‘phishing’, crime online que consiste no envio de emails em massa com o pedido de dados pessoais (bancários ou de outro tipo), e que permite o roubo desses mesmos dados em caso de ativação de links por parte das vítimas, lidera o ranking. Entre fevereiro e março deste ano, com o confinamento já em curso no País, o número de casos subiu de 18 para 57.

O Centro Nacional de Cibersegurança frisa ainda, como fenómenos criminais em evidência, as denúncias contra aplicações para telemóvel, computadores ou tablets sobre a Covid-19, e que também roubam os dados dos utilizadores.

Recorde-se que, tal como o Correio da Manhã noticiou em primeira mão, a PSP e a GNR foram recetoras de 4111 queixas de burlas com o método de pagamento MB Way, somente nos primeiros quatro meses do ano, o que significa que quase quadruplicaram face às 1109 denúncias feitas em todo o ano de 2019.

PORMENORES
Gabinete do Cibercrime
O Gabinete do Cibercrime do Ministério Público, que também recebe queixas de crimes informáticos, contabilizou 20 denúncias em fevereiro. A 16 de abril eram já 76 as denúncias.

Kits contra a Covid -19
O relatório do CNCS sobre o período da pandemia aponta ainda a venda de kits contra a Covid-19 na ‘darkweb’ (internet só acessível a programadores).

Desinformação
O mesmo documento sublinha ainda a existência de campanhas de ódio online, que culpam minorias pela pandemia.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)