Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Colocação de alcatrão gera burlas e ameaças em Portimão

Três homens, com idades entre os 22 e os 40 anos, foram constituídos arguidos.
Ana Palma 14 de Agosto de 2020 às 08:26
Colocação de alcatrão
Colocação de alcatrão FOTO: Direitos Reservados
Os três homens, com idades entre os 22 e os 40 anos, foram constituídos arguidos pela PSP de Portimão por burlas relacionadas com obras, nomeadamente na colocação de alcatrão. Os suspeitos foram intercetados no final do mês passado e, segundo o Comando de Faro da PSP, estão já associados a uma dezena de situações semelhantes, um pouco por todo o País.

"Os suspeitos normalmente apresentam-se como sendo trabalhadores de uma empresa do ramo da construção, oferecendo serviços de pavimentação de áreas com alcatrão a valores muito inferiores aos praticados no mercado, justificado por sobras de outras obras de grande dimensão", alerta a PSP. Uma vez aceite a proposta, "os trabalhos são executados sem qualidade, sendo que no momento de contabilização dos metros de material aplicado, existe uma manipulação da contagem, apresentando valores de pagamento muito superiores aos inicialmente acordados".

Segundo a mesma força de segurança, "os suspeitos recorrem depois, por vezes, à intimidação e ameaça das vítimas para exigirem os pagamentos indevidos". O grupo esteve hospedado no Algarve, nos meses de junho e julho, e a PSP suspeita que a sua atividade criminosa possa ser "superior àquela que as autoridades têm conhecimento". Por isso, solicita a todos os cidadãos que "eventualmente tenham sido vítimas deste tipo de burla, recentemente, que entrem em contacto com a PSP de Portimão".
Portimão Comando de Faro da PSP País questões sociais crime lei e justiça trabalho crime polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)