Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Corrente forte e subida da maré matam jovem

A subida repentina da maré, a juntar às correntes fortes à entrada da Ria Formosa, traíram um jovem de 22 anos que morreu ontem afogado na Praia da Fábrica, uma zona não vigiada em Cacela Velha, no Algarve.
9 de Setembro de 2009 às 00:30
O jovem de 22 anos ainda foi socorrido por uma equipa médica do INEM através de várias manobras de reanimação, sem sucesso
O jovem de 22 anos ainda foi socorrido por uma equipa médica do INEM através de várias manobras de reanimação, sem sucesso FOTO: Algarvephotopress/Luís Costa

O alerta de desaparecimento do jovem foi dado às 13h50. Uma hora e meia antes era dado igualmente como desaparecido no mar um mergulhador de 30 anos, ao largo da praia de Armação de Pêra, também no Algarve. Depois de vários meios mobilizados, incluindo um helicóptero, o homem – que estava a fazer mergulho com um amigo a três milhas da costa – viria a aparecer com vida cerca de três horas depois, numa praia vizinha, tendo conseguido nadar até terra.

Menos sorte teve a vítima mortal, em Cacela Velha, que já foi retirada do mar inconsciente. O jovem, ao que o CM apurou, residente em Braga, estava de férias com quatro amigos e escolheram a praia não vigiada da Fábrica para passar o dia. "Fomos dar um mergulho quando a água ainda chegava pelos joelhos. Ao tentarmos sair já não tínhamos pé e o nosso amigo desapareceu de repente no mar", contou visivelmente transtornado um dos elementos do grupo.

Os momentos seguintes foram de pânico na praia. "A maré estava a puxar muito e só 20 minutos depois é que se começou a ver o rapaz a boiar", contou ao CM Túlio Pedro Correia. O corpo foi retirado da água por um surfista, apoiado por uma equipa do Instituto de Socorros a Náufragos. O jovem ainda foi assistido pelo INEM, que apesar das tentativas de reanimação já não lhe conseguiu salvar a vida.

PORMENORES

VIGILÂNCIA PROPOSTA

Túlio Costa, concessionário, já apresentou um projecto para instalação de um posto de praia com nadadores salvadores e embarcação de socorro. Ainda não teve resposta.

PRAIAS COM SEGURANÇA

Os banhistas devem "procurar praias com segurança preferencialmente vigiadas", aconselha Rocha Pacheco, da capitania de Vila Real de Santo António.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)