Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Denunciador dos mails declarado insolvente

Diretor do FC Porto paga dívida com parte do salário.
António Sérgio Azenha e Sónia Trigueirão 22 de Junho de 2017 às 01:30
Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto
Francisco J. Marques
Francisco J. Marques
Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto
Francisco J. Marques
Francisco J. Marques
Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto
Francisco J. Marques
Francisco J. Marques
O diretor de Comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, que ficou conhecido por divulgar os mails do Benfica, está insolvente. Em declarações ao CM, Francisco J. Marques confirmou a insolvência e disse que o juiz fixou um valor do salário para a sua sobrevivência, sendo o restante entregue para o pagamento da  dívida, cujo valor não revelou.

O Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia declarou a insolvência do diretor de Comunicação dos dragões a 18 de novembro de 2016 e, em janeiro de 2017, determinou a exoneração do passivo restante. Ou seja, durante cinco anos, Francisco J. Marques pagará as dívidas aos credores em função das suas possibilidades.

As dívidas serão pagas com uma parte do seu salário - o qual será penhorado até um certo montante - e outro tipo de bens.

O pedido de insolvência de Francisco J. Marques foi feito pelo Banco Popular. Entre os credores estão outros bancos, o Fisco e a empresa Intrum Justitia. Em 2009, a Intrum Justitia pediu a execução do ex-jornalista por uma dívida de 120 mil euros. Essa execução foi declarada extinta na quarta-feira por falta de bens.
denunciador insolvente diretor fc porto emails salário futebol desporto
Ver comentários