Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Dependentes custam 30 milhões

Um total de 1406 portugueses beneficiaram, de Novembro de 2006 a finais de Abril de 2007, dos cuidados continuados, um programa conjunto dos ministérios da Saúde e da Segurança Social.
18 de Maio de 2007 às 00:00
O primeiro balanço aponta para uma ocupação de 900 camas e gastos que ascenderam a 12 milhões de euros. Esses números irão aumentar até ao final deste ano, quando se prevê uma ocupação de 2100 camas e os custos podem ultrapassar os 30 milhões de euros.
Inês Guerreiro, coordenadora da Unidade de Missão da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados de Saúde e Apoio Social, avançou ao CM os primeiros resultados do projecto-piloto, que será apresentado publicamente na próxima quinta-feira. “Este programa destina-se às pessoas dependentes que necessitam de cuidados de saúde ou de assistência social e não têm condições de ficar em casa.”
O Serviço Nacional de Saúde poderá gastar dois mil milhões de euros até 2016, para uma ocupação de 14 mil camas. A maioria dos utentes ronda os 77 anos, mas também há beneficiários a partir dos 15 anos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)