Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Detido em Espanha suspeito de tentativa de homicídio de dois GNR em Coimbra

O português de 42 anos foi apanhado em Sevilha pelo Cuerpo Nacional de Policia de Espanha.
Correio da Manhã 5 de Julho de 2019 às 16:32
Militares da GNR atacados a tiro a caminho de operação Stop em Coimbra
Militares da GNR atacados a tiro a caminho de operação Stop em Coimbra
Militares da GNR atacados a tiro a caminho de operação Stop em Coimbra
Militares da GNR atacados a tiro a caminho de operação Stop em Coimbra
Militares da GNR atacados a tiro a caminho de operação Stop em Coimbra
Militares da GNR atacados a tiro a caminho de operação Stop em Coimbra
Militares da GNR atacados a tiro a caminho de operação Stop em Coimbra
Militares da GNR atacados a tiro a caminho de operação Stop em Coimbra
Militares da GNR atacados a tiro a caminho de operação Stop em Coimbra
A PJ, em colaboração e cooperação com o Cuerpo Nacional de Policia de Espanha, anunciou esta sexta-feira a detenção e identificação do suspeito dos crimes de homicídio qualificado, na forma tentada, de dois Militares do Destacamento de Trânsito da GNR de Coimbra.  O crime ocorreu no passado dia 15 de junho na zona de Cernache, em Coimbra.

O detido de 42 anos é português e tem antecedentes criminais "relacionados com criminalidade especialmente violenta, quer em Portugal quer em Espanha", avança o comunicado da PJ, enviado às redações.

O suspeito foi localizado, interpelado e detido, no dia 28 de junho, por elementos da Brigada de Investigação de Homicídios de Sevilha, do Cuerpo Nacional de Policia de Espanha. 

Recorde-se que o patrulha da GNR se deslocava para uma operação de fiscalização de trânsito programada, quando foi surpreendido por um condutor que não respeitou a ordem de paragem e acabou por fugir. Mais à frente, inverteu a marcha e, quando estava a cruzar-se com o carro-patrulha, fez pelo menos dois disparos na direção da viatura.

Um dos militares foi atingido com um projétil, que ficou alojado no maxilar. O outro GNR ficou ferido após ter sido atingido por estilhaços dos vidros partidos.
Ver comentários