Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Embarcação avariada obriga à supressão de 50% das carreiras entre Seixal e Lisboa

Entre as 16h45 e as 19h30, a circulação entre Seixal e Cais do Sodré ficou condicionada.
7 de Janeiro de 2019 às 20:54
Transtejo
Transtejo
Transtejo
Transtejo
Transtejo
Transtejo
A avaria de uma embarcação que faz a ligação entre o Seixal e Cais do Sodré obrigou à supressão de 50% das carreiras entre as duas margens. 

Ao todo foram quatro carreiras que deveriam partir do Seixal e outras quatro que deveriam partir do Cais que não efetuaram o devido transporte de passageiros. 

A informação é confirmada ao Correio da Manhã por António Freitas, presidente da Comissão de Utentes de Transportes do Seixal, que responsabiliza a Transtejo pelo sucedido uma vez que "deveria haver um navio de reserva" quando uma embarcação avaria. 

A circulação entre as duas margens esteve condicionada entre as 16h45 e as 19h30 e António Freitas afirma não saber se esta terça-feira o problema estará resolvido. 

O presidente da Comissão explica que os navios precisam das remodelações adequadas e que estas são da responsabilidade da Transtejo.

O Correio da Manhã tentou contactar a Transtejo, mas não obteve resposta. 
Ver comentários