Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Emigrante português em França fica sem 15 mil euros após casamento

Homem foi vítima de roubo à mão armada à porta de um bar.
João Carlos Rodrigues 25 de Fevereiro de 2020 às 01:30
Grupo de cinco esperou que vítima estivesse sozinha para atacar
Grupo de cinco esperou que vítima estivesse sozinha para atacar FOTO: Ricardo Cabral
Um emigrante português em França, que estava em Portugal para o casamento de um familiar, ficou sem 15 mil euros após o copo-d’água, quando foi a um bar no Casal do Cotão, Sintra, e acabou assaltado à mão armada por um grupo de pelo menos cinco homens. Foi encontrado estendido no chão depois de ter sido alvo de agressões violentas.

De acordo com fontes policiais, o homem, de 45 anos, tinha passado o dia numa festa de casamento, numa quinta em Rio de Mouro.

A proprietária do espaço é também dona do bar 501, na rua Impasse Cidade de Lisboa, e alguns dos convidados decidiram prosseguir a festa no local. Pelas 23h00, a vítima saiu do bar para acompanhar um irmão ao carro e quando voltou ao estabelecimento foi surpreendido por um grupo, que lhe bloqueou a passagem.

Foi imediatamente ameaçado com uma arma de fogo e obrigado a entregar tudo o que tinha: 15 mil euros em dinheiro, dois fios em ouro e dois cartões de crédito, um deles de um banco francês. Antes de fugirem, os agressores pontapearam ainda a vítima, deixando o homem estendido no passeio.

A PSP do Cacém foi acionada, mas o grupo tinha desaparecido. O homem, que foi assistido pelos bombeiros a ferimentos numa mão, acabou por ser transportado para o hospital Amadora-Sintra. Garantiu não ter mostrado o dinheiro ou feito qualquer referência ao mesmo durante o período em que esteve no bar.

Por envolver armas, a investigação ao crime passou para a Polícia Judiciária.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)