Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Ex-presidente da Relação de Lisboa, Vaz das Neves, suspeito de corrupção

Juiz desembargador terá recebido subornos do juiz Rui Rangel para interferir na distribuição eletrónica dos processos.
Débora Carvalho 27 de Fevereiro de 2020 às 08:46
Vaz das Neves
Luís Vaz das Neves
Rui Rangel
Vaz das Neves
Luís Vaz das Neves
Rui Rangel
Vaz das Neves
Luís Vaz das Neves
Rui Rangel
O ex-presidente da Relação de Lisboa Vaz das Neves é arguido no processo Lex por suspeitas de corrupção e abuso de poder.

O juiz desembargador, que durante 11 anos liderou este tribunal superior, terá recebido subornos do juiz Rui Rangel para interferir na distribuição eletrónica dos processos.

Vaz das Neves, jubilado desde 2016, está com termo de identidade e residência. A distribuição de um processo que opunha Rangel ao Correio da Manhã é um dos que está sob investigação. A análise ao telemóvel de Rangel revela que o juiz fez uso da teia de influências e, através do líder máximo do Tribunal da Relação, terá conseguido manipular o sorteio deste processo.

A distribuição do recurso foi adiada, confirma Vaz das Neves nas mensagens trocadas com Rangel, e o mesmo acabou nas mãos do atual presidente da Relação de Lisboa, Orlando Nascimento. Rui Rangel e a ex-mulher Fátima Galante, também desembargadora, são suspeitos de corrupção e tráfico de influências.

A acusação do processo Lex está a ser ultimada pela equipa liderada por Maria José Morgado e deverá sair em março.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)