Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Exército nega uso de fogo real

Depois de ter sido noticiado que se realizou na madrugada da última quarta-feira um exercício militar em Lisboa, sem o conhecimento da população nem da PSP, o que teria gerado pânico, o Exército esclarece que, no âmbito do Exercício Nacional do Exército (ORION 2010), "criou-se uma situação de tentativa de intrusão no Laboratório de Defesa Biológico (na Av. Dr. Alfredo Bensaúde), com militares pára-quedistas.
5 de Outubro de 2010 às 00:30
Exercício ORION 2010
Exercício ORION 2010 FOTO: Edgar Martins

Fizeram esta acção com recurso a disparos de munições de salva e, tanto quanto é do nosso conhecimento, não houve pânico na população em geral nem inúmeras denúncias de disparos. Os militares só foram interpelados pela PSP depois, já na zona de Moscavide. Só na zona de Lisboa, os pára-quedistas fizeram seis acções semelhantes, só com este incidente a relatar. Para testar este tipo de acções, a surpresa e o segredo são determinantes e, para tal, só as entidades fundamentais sabiam do exercício na sua plenitude.

Ver comentários