Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Famílias procuram idosos desaparecidos em Faro e Olhão

Ilda de Sousa, 91 anos, não é vista desde sábado. Aníbal Mendonça, 78, desapareceu esta quarta-feira.
Tiago Griff 6 de Fevereiro de 2020 às 08:59
Eduardo Correia mostra a foto da sua avó, Ilda de Sousa
Aníbal Mendonça
Eduardo Correia mostra a foto da sua avó, Ilda de Sousa
Aníbal Mendonça
Eduardo Correia mostra a foto da sua avó, Ilda de Sousa
Aníbal Mendonça
Dois idosos estão desaparecidos em Faro e na Fuseta, no concelho de Olhão. Ilda Velhinho de Sousa, 91 anos, foi vista pela última vez por um familiar, na sua habitação, à hora de almoço do passado sábado. Saiu de casa e não apareceu desde então. Já Aníbal da Piedade Mendonça, 78, era esperado esta quarta-feira de manhã no centro de dia da Fuseta, onde passava as manhãs e as tardes, mas nunca chegou a aparecer. Ambos foram diagnosticados com problemas cognitivos e as famílias estão desesperadas.

"Houve o relato, de uma pessoa que a conhece, de a ter visto na zona do Teatro das Figuras, em Faro, durante a tarde do dia em que desapareceu, mas até agora não recebemos mais informações", diz ao CM Eduardo Correia, neto de Ilda de Sousa. A idosa foi diagnosticada com demência, tem falhas de memória e desorientação. A família já avisou a PSP, GNR, PJ e também a Polícia Marítima, porque a mulher poderia ter caído à ria Formosa. Da sua casa não desapareceu nada. Por isso, até agora, não há suspeita de crime.

Entretanto, Aníbal Mendonça, residente na Fuseta, não apareceu esta quarta-feira de manhã no centro de dia, situado a cerca de 200 metros da sua casa. Apesar de estar bem fisicamente, tem princípios de Alzheimer.

"Foi ao funeral do sobrinho no dia anterior, um familiar levou-o a casa e não o vimos mais. Já fizemos buscas naquela zona e também já contactámos a GNR", refere ao Correio da Manhã Ricardo Mendonça, filho do idoso.
Ver comentários