Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Fogo destrói fábrica de fio têxtil na Covilhã

Operários conseguiram escapar para a rua e ninguém ficou ferido.
Mário Freire 26 de Janeiro de 2022 às 08:55
Incêndio começou num armazém
Incêndio começou num armazém FOTO: Direitos Reservados
Um incêndio destruiu parte de um armazém de uma empresa de têxtil, no parque industrial do Canhoso, Covilhã.

O alerta foi dado por volta das 23h20 de segunda-feira, por um dos operários que estava a terminar o turno. O fogo “terá começado numa máquina esfarrapadeira de tecidos, com uma propagação rápida devido ao tipo de combustível guardado no edifício, com materiais em acrílico e tecidos, aliado a várias explosões provocadas por garrafas de gás ali armazenadas”, adiantou ao CM Fernando Lucas, comandante dos Bombeiros da Covilhã.

Os operários conseguiram escapar para a rua e ninguém ficou ferido. A empresa de fio têxtil funciona há duas décadas e garante trabalho a 30 pessoas. A PJ investiga o caso.

Covilhã Canhoso acidentes e desastres Informação sobre empresas grandes empresas indústria transformadora
Ver comentários