Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

França dispensa autópsias a lusos

Justiça acelera processo de trasladação dos quatro corpos.
Magali Pinto 11 de Janeiro de 2017 às 08:35
A carregar o vídeo ...
Justiça acelera processo de trasladação dos quatro corpos.
As autoridades francesas, a pedido das famílias das vítimas e do Governo português, dispensaram a realização das autópsias aos quatro portugueses que morreram no domingo de madrugada - em Charolles, França - no despiste de um autocarro com dois motoristas que levava 30 emigrantes de regresso à Suíça.

Os familiares de Marília Nogueira (32 anos, de Lousada), do casal Lídia e José Montez (56 e 57 anos, de Vila Nova de Foz Coa) e de Graça Murça (de 57 anos, do mesmo concelho) vão agora tratar da trasladação dos corpos para Portugal, o que deverá acontecer nos próximos dias.

Segundo afirmou ao CM Manuel Cardia Lima, conselheiro das comunidades portuguesas em Lyon, continuavam ontem internados sete portugueses, dos 28 que ficaram feridos. "A maioria deve ter alta até ao fim de semana", explicou.

A exceção deverá ser a família da vítima mortal Marília Nogueira: o marido Nuno e os filhos Hugo (13 anos) e Gabriel (3) devem permanecer hospitalizados.

Entretanto, em Vila Nova de Foz Coa, familiares e amigos das vítimas mortais aguardam com expectativa a trasladação dos corpos de forma a poderem realizar as cerimónias fúnebres.

Ontem havia a indicação de que, em princípio, os corpos dos emigrantes mortos só deverão chegar a Foz Coa no final do dia de amanhã. A autarquia está a apoiar os familiares.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)