Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Fuga de gás na zona industrial de Mortágua obriga à retirada de mais de 100 pessoas

Apesar do aparato, não se registaram vítimas nem danos nas estruturas.
Tiago Virgílio Pereira 19 de Agosto de 2019 às 10:44
A carregar o vídeo ...
Apesar do aparato, não se registaram vítimas nem danos nas estruturas.
O rebentamento de uma conduta de gás provocado por uma máquina que fazia movimentação de terras, junto à vidraria de Mortágua, obrigou à evacuação de duas empresas e à retirada de mais de 100 funcionários do local.

Tudo aconteceu na manhã desta segunda-feira mas, apesar do susto, não se registaram feridos nem danos em nenhuma das fábricas.

O alerta foi dado pelas 09h30. Para o local foram chamados os Bombeiros Voluntários de Mortágua que mobilizaram um veículo de combate e uma ambulância.

"Quando chegámos apercebemo-nos de que a fuga foi provocada por uma máquina pesada que estava a movimentar a terra. Sem se ter apercebido, o homem que estava a operar a máquina acertou na conduta de gás e provocou o rebentamento", avançou Diogo Correia, adjunto do comando.

De seguida foram evacuadas as duas fábricas - a vidraria e a LWC - e os 108 funcionários foram retirados do local. "Seis eram funcionários da vidraria e 102 da outra empresa", complementou o Comando Distrital de Operações de Socorro de Viseu.

"Estabilizámos o local e criámos condições de segurança. Para isso fomos também obrigados a encerrar a EN228 ao trânsito, pela proximidade às empresas", esclareceu Diogo Correia.

Apesar do aparato, não se registaram vítimas, nem tão pouco danos nas estruturas. O piquete do gás esteve no local e resolveu o incidente.

Ainda durante a manhã, os trabalhadores regressaram às fábricas. A GNR está a investigar o caso.
Mortágua EN228 acidentes e desastres
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)