Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Gang ataca junto a casa da família de Caneira

Assaltantes rebentaram caixa multibanco junto a restaurante da sogra do ex-futebolista.
Magali Pinto e Ana Botto 30 de Abril de 2017 às 09:33
Família de Caneira ouviu explosão
Caixa multibanco ficou danificada
Caixa multibanco ficou danificada
Caixa multibanco ficou danificada
Família de Caneira ouviu explosão
Família de Caneira ouviu explosão
Caixa multibanco ficou danificada
Caixa multibanco ficou danificada
Caixa multibanco ficou danificada
Família de Caneira ouviu explosão
Família de Caneira ouviu explosão
Caixa multibanco ficou danificada
Caixa multibanco ficou danificada
Caixa multibanco ficou danificada
Família de Caneira ouviu explosão
O ataque à caixa multibanco no largo do Rossio, em Negrais, Sintra, aconteceu pelas 04h30 de ontem. Três assaltantes usaram gás para rebentar a caixa multibanco, mas não conseguiram aceder ao cofre onde estavam milhares de euros.

Para trás ficou um rasto de destruição e vários moradores em pânico. Entre eles a sogra e a cunhada de Marco Caneira, ex-jogador do Sporting e do Benfica. Aliás, a caixa multibanco fica mesmo ao lado do restaurante da sogra do atleta, o Ti Alice.

Uma familiar próxima de Marco Caneira, de 38 anos, falou ao CM. "Ouvimos uma forte explosão, mas não fui à rua ver o que se passava. Só hoje [ontem] de manhã é que os vizinhos me disseram que tinha havido um ataque ao multibanco".

Uma testemunha garantiu aos militares da GNR que eram três assaltantes. Dois avançaram para provocar a explosão. O outro ficou no carro usado para a fuga. Apesar dos danos materiais registados, os assaltantes não conseguiram chegar ao dinheiro. Segundo o CM apurou junto de moradores, a caixa multibanco tinha sido carregada no dia anterior, pelo que as autoridades suspeitam de que o grupo estudou as rotinas dos seguranças e decidiu atacar durante a noite.

Os primeiros a chegar foram os militares da GNR, no entanto a investigação do caso passou para a Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária. Os três assaltantes conseguiram fugir do local e estão a ser procurados pelas autoridades.

Videovigilância ajuda
Os inspetores da Polícia Judiciária levaram as imagens do sistema de videovigilância instalado no local de forma a perceberem se é possível identificar o grupo que atacou a caixa multibanco.
largo do Rossio Negrais Sintra Marco Caneira Alice Sporting Benfica GNR polícia
Ver comentários