Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Gang da Colômbia saca 90 mil euros a furar pneus em Portugal

Junto aos bancos, ofereciam ajuda às vítimas como distração enquanto lhes roubavam o dinheiro levantado.
Ágata Rodrigues 18 de Janeiro de 2020 às 10:43
Foram apreendidos 4500 euros
Grupo fabricava os espigões que usavam
Foram apreendidos 4500 euros
Grupo fabricava os espigões que usavam
Foram apreendidos 4500 euros
Grupo fabricava os espigões que usavam
Fabricavam os próprios espigões que usavam para furar um pneu dos carros das vítimas, estacionados junto das dependências bancárias. Aí, atacavam. Um dos elementos do grupo fingia prestar ajuda, enquanto outro entrava no carro e levava o dinheiro que os alvos acabavam de levantar e que deixavam no automóvel.

O gang, de origem colombiana e composto por quatro homens com idades entre os 40 e 45 anos, foi apanhado, na quarta-feira e em flagrante, na zona de Alverca do Ribatejo. Terão lucrado, em todo o País, cerca de 90 mil euros com este esquema.  


Desde junho de 2019 que os suspeitos estavam a ser investigados pela PSP, que detetou que os homens estavam em constante deslocação. "Andavam em carros alugados e mudavam muitas vezes de hostels para não serem detetados. O grupo tem ramificações em Espanha e existem mais suspeitos", explicou o comissário Afonso Sousa, da PSP do Porto.

"Registámos 15 crimes, sendo que, com certeza, atuaram mais vezes. Muitas das situações fomos nós a informar as vítimas de como é que tinham sido roubadas, porque algumas não se apercebiam", vinca. Os alvos eram previamente estudados para haver certeza do levantamento de grandes maquias.

Na altura da detenção dos quatro homens, a PSP apreendeu 4500 euros em dinheiro e ainda o material para o fabrico de espigões, kits antifuro, entre outras ferramentas utilizadas na prática dos assaltos. Ficaram todos em prisão preventiva.
Ver comentários