Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

GNR começa a aplicar coimas sobre incumprimentos na limpeza da floresta

Prioridade de atuação irá incidir nas 1.114 freguesias prioritárias devido ao risco elevado de incêndio.
Lusa 1 de Junho de 2020 às 09:57
Limpeza das matas
Limpeza das matas FOTO: Ricardo Graça / Lusa
A Guarda Nacional Republicana (GNR) começa esta segunda-feira a fiscalização de terrenos florestais na sequência do fim do prazo para a limpeza, que foi prorrogado devido à pandemia da covid-19, prevendo a aplicação de coimas entre 280 e 120.000 euros.

"Até ao momento, foram identificadas 23.852 situações em incumprimento, já comunicadas às respetivas autarquias, com maior incidência em Leiria, Castelo Branco, Viseu, Coimbra, Braga, Santarém, Vila Real, Viana do Castelo e Aveiro", avançou a GNR, em resposta à agência Lusa, no âmbito do fim do prazo para a limpeza de terrenos florestais.

Com o início da fiscalização da limpeza de terrenos florestais, "a prioridade de atuação da GNR irá incidir nas 1.114 freguesias prioritárias" devido ao risco elevado de incêndio e os cerca de 24 mil incumprimentos identificados arriscam processos de contraordenação, puníveis com coimas de 280 a 10.000 euros, no caso de pessoa singular, e de 1.600 a 120.000 euros, no caso de pessoas coletivas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)