Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

GNR deteve em flagrante três suspeito de caça ilegal em Boticas

Os detidos foram constituídos arguidos e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Chaves.
Lusa 26 de Fevereiro de 2021 às 18:24
GNR
GNR FOTO: DR
A GNR deteve em flagrante três homens suspeitos de caça ilegal no concelho de Boticas, no decorrer de uma ação de fiscalização para prevenção e deteção de situações ilícitas, anunciou hoje o Comando Territorial de Vila Real.

Os homens, com idades compreendidas entre os 40 e 50 anos, foram detidos em flagrante na quinta-feira por elementos do Núcleo Proteção Ambiental (NPA) de Chaves.

A ação da Guarda teve como objetivo a "fiscalização ao exercício do ato venatório para prevenção e deteção de situações ilícitas".

Os militares da GNR detetaram os três suspeitos na posse de um exemplar de uma espécie não autorizada de caça e, no decorrer da ação, foram apreendidas três armas de caça, uma carabina, 30 cartuchos carregados de bala para caça grossa e um punhal.

Os detidos foram constituídos arguidos e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Chaves.

A GNR lembrou que no exercício do ato venatório é proibida a caça de espécies não cinegéticas, a caça em terrenos cobertos de neve, com exceção de espécies de caça maior (javali, veado), o abandono dos animais que acompanham o caçador, a captura ou destruição dos ninhos, dos ovos e crias de qualquer espécie.

Estas práticas são, de acordo com a Guarda, tipificadas na lei como crime.

GNR Boticas Comando Territorial de Vila Real Guarda crime lei e justiça questões sociais
Ver comentários