Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

GNR identifica jovem de 18 anos suspeito de atear fogos em Cinfães

Incêndios consumiram uma área total de 1,55 hectares de mato e pinheiro bravo, colocando em perigo habitações e bens patrimoniais de valor elevado.
Lusa 7 de Setembro de 2020 às 13:02
Incendiário
Incendiário FOTO: Sérgio Lemos
Um homem de 18 anos foi identificado e constituído arguido pela prática de dois crimes de incêndio florestal no concelho de Cinfães, anunciou hoje o Comando Territorial de Viseu da GNR.

"No âmbito das diligências de investigação sobre dois incêndios que deflagraram na localidade de Casal, concelho de Cinfães, nos dias 31 de agosto e 05 de setembro, foi possível apurar a identificação do autor, tendo sido motivado pela ideia de vandalismo", adianta um comunicado da GNR.

Segundo o documento, os dois incêndios "consumiram uma área total de 1,55 hectares de mato e pinheiro bravo, colocando em perigo habitações e bens patrimoniais de valor elevado".

"Os aglomerados populacionais de Casal, Souto do Rio, Tuberais e Painsais estiveram em perigo no decorrer destes dois incêndios e poderiam ter sido atingidos severamente pelas chamas, influenciadas pelas altas temperaturas e forte vento", refere o comunicado.

O indivíduo de 18 anos, natural de Cinfães, foi "identificado e constituído arguido" no domingo pelo Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Lamego da GNR, que encaminhou o processo para a Polícia Judiciária (PJ).

GNR Cinfães fogos incendiário incêndio
Ver comentários