Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

GNR preso por furtos em lojas

Grupo é suspeito de furtos em lojas de centros comerciais no Algarve, Alentejo e Grande Lisboa.
D.S.G. 23 de Setembro de 2020 às 08:47
Militar foi detido por colegas
Militar foi detido por colegas FOTO: IStockPhoto
Um militar da GNR foi detido por colegas da mesma força de segurança, junto com outro homem, por suspeitas de envolvimento em vários furtos em estabelecimentos comerciais localizados na região do Algarve, Alentejo e Grande Lisboa. Entre os bens furtados estão perfumes e telemóveis.

A investigação foi desenvolvida pelo Comando Territorial de Faro da GNR. Segundo o CM conseguiu apurar, os furtos foram praticados entre o final do ano passado e o início deste ano. Os alvos foram diversas lojas localizadas dentro de centros comerciais das três regiões do País. A GNR começou a investigar e avançou para as detenções na sequência de buscas domiciliárias. O CM sabe que o militar da GNR foi detido na zona de Paio Pires. Exercia funções no Posto Territorial da GNR da Quinta do Conde, em Sesimbra, na área do Comando Territorial de Setúbal. Já o segundo suspeito foi detido no Bairro do Segundo Torrão da Trafaria, na Costa de Caparica. Há um terceiro suspeito identificado mas ainda não foi detido.

Os alvos escolhidos eram principalmente lojas de eletrodomésticos e perfumarias, de onde os suspeitos terão furtado telemóveis e perfumes. A investigação começou logo após os primeiros furtos. No entanto, as circunstâncias criadas pela pandemia de Covid-19 levaram a que todo o processo que deu origem às buscas e às detenções fosse mais moroso.

O militar da GNR e outro suspeito detido têm entre 25 a 30 anos e vão aguardar o julgamento em liberdade.
Comando Territorial de Faro da GNR Alentejo Algarve Grande Lisboa crime lei e justiça polícia
Ver comentários