Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

GNR trava terror às mãos dos ex-maridos

Mulher esfaqueada em Albergaria. Grávida foi atacada em Vila do Conde.
Francisco Manuel e Patrícia Lima Leitão 26 de Março de 2019 às 09:00
Suspeito de Famalicão tinha armas
GNR
GNR
GNR
Suspeito de Famalicão tinha armas
GNR
GNR
GNR
Suspeito de Famalicão tinha armas
GNR
GNR
GNR
Quatro homens foram detidos pela GNR, em apenas dois dias, por crimes relacionados com violência sobre as ex-mulheres, em Albergaria-a-Velha, Vila Nova de Famalicão e Vila do Conde.

O caso com as consequências mais graves teve lugar na tarde da passada quinta-feira, em Angeja, Albergaria-a-Velha. O agressor, de 56 anos, nunca aceitou a separação e procurou a vítima na mercearia em que esta trabalha.

Munido com uma faca, golpeou a ex-companheira, de 55 anos, além de a agredir com um pau.

O suspeito fugiu do local, mas foi apanhado pouco depois quando chegava a casa, ainda com a roupa manchada com sangue da mulher, que, ferida no abdómen, não corre risco de vida. Levado a tribunal, ficou em prisão preventiva.

Na sexta-feira, a GNR de S. Julião de Freixo (Ponte de Lima) realizou duas buscas em Portela, Vila Nova de Famalicão, apreendendo duas armas a um homem de 46 anos, investigado por ameaças à ex-companheira. Ficou em liberdade, mas proibido de a contactar.

Já em Vila do Conde, um homem de 30 anos ameaçava de morte a ex-mulher, grávida de sete meses do atual companheiro, e a filha menor do suspeito e da vítima.

Chegou a ir à casa onde aquelas residem e inscreveu ameaças de morte na porta. Isto depois de recusar pagar a pensão de alimentos.

Ficou com pulseira eletrónica, tal como outro agressor de Vila do Conde, também detido após atacar a ex-companheira, de 39 anos, com recurso a um extintor.
Albergaria-a-Velha GNR Vila Nova de Famalicão Vila do Conde Angeja Portela Ficou crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)