Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Greve: o que querem os motoristas?

Greve marcada para dia 12 de agosto está a gerar o caos nos postos de abastecimento.
Correio da Manhã 9 de Agosto de 2019 às 12:12

Depois da greve dos motoristas em abril, os trabalhadores ameaçam uma nova paralisação a 12 de agosto. A greve foi convocada pelo Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e pelo Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM) que acusam a Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) de não querer cumprir o acordo assinado em maio, após a primeira greve, que previa uma progressão salarial.

São estas, no essencial, as exigências dos motoristas:

- Aumento no salário-base para mil euros até 2025

- Aumento do subsidio de risco. Pela perigosidade da profissão que exercem, estes profissionais com certificado de matérias perigosas, pedem um aumento do subsidio que atualmente é de 7,5 euros por dia.

- Alteração do contrato coletivo de trabalho. Os motoristas pretendem alteração de regras no que diz respeito ao salário noturno e ao trabalho extraordinário.

- Criação de uma categoria profissional própria. Só existe a categoria "Motorista de pesados", não existe uma diferenciadora para quem transporta materiais perigosos.

A greve dos motoristas de abril durou quatro dias. O Sindicato conseguiu chegar a um acordo com o Governo depois da paralisação que gerou o caos no País. Pedro Pardal Henriques, advogado do Sindicato, revelou os dois motivos que os fez desconvocar a greve: "a garantia da ANTRAM e do Governo do início da negociação coletiva e o compromisso de que isto teria um desfecho até ao final deste ano".

MAPA INTERATIVO | Saiba onde estão os postos de emergência para abastecer na greve dos motoristas



Antram Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações Fectrans transportes greve
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)