Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Guardas cercados por 60 reclusos em rusga a cela na cadeia do Linhó em Sintra

Impasse com cerco de reclusos durou cerca de uma hora.
Miguel Curado 26 de Outubro de 2020 às 09:08
Preso tinha 103 gramas de ‘haxe’
Preso tinha 103 gramas de ‘haxe’ FOTO: Pedro Catarino
Quatro guardas da cadeia do Linhó, em Sintra, estiveram perto de uma hora cercados por cerca de 60 presos, que tentaram impedir uma rusga à cela de um recluso, por suspeitas de tráfico.

Os factos - com os quais o CM confrontou os Serviços Prisionais e cuja resposta foi apenas "nada a reportar" - ocorreram a 17 de outubro. Um preso do pavilhão C do Linhó, que cumpre pena por tráfico, levantou suspeitas por posse de droga.
Quatro guardas avançaram para uma busca na cela, e apreenderam 103 gramas de haxixe.

Foi então que cerca de 60 reclusos rodearam três guardas que se encontravam no interior da cela e ameaçaram outro que, à porta, tentava ajudar os colegas. Diziam querer impedir que o preso fosse levado e, após uma hora de negociações, foi possível aos guardas saírem com a droga. Ainda assim, só depois do encerramento geral dos reclusos foi possível ir buscar o suspeito de tráfico e colocá-lo numa cela de separação.
Linhó Sintra crime lei e justiça prisão
Ver comentários