Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Homem apanhado com 550 mil cigarros em carrinha

Suspeito deixou viatura e fugiu à GNR. Foram disparados tiros.
Ana Isabel Fonseca 27 de Setembro de 2020 às 09:28
Suspeito foi detido após ter tentado fugir a pé às autoridades, em Várzea
Unidade de Ação Fiscal do Porto apreendeu 275 mil maços de tabaco sem estampilha fiscal
Suspeito foi detido após ter tentado fugir a pé às autoridades, em Várzea
Unidade de Ação Fiscal do Porto apreendeu 275 mil maços de tabaco sem estampilha fiscal
Suspeito foi detido após ter tentado fugir a pé às autoridades, em Várzea
Unidade de Ação Fiscal do Porto apreendeu 275 mil maços de tabaco sem estampilha fiscal
Na carrinha que conduzia, o suspeito, de 31 anos, transportava 550 mil cigarros sem estampilha fiscal. Quando foi abordado pelos militares da Unidade de Ação Fiscal (UAF) da GNR, na sexta-feira, em Várzea, Felgueiras, o homem abandonou a viatura e tentou fugir a pé. Ficou encurralado, após uma perseguição que envolveu disparos para o ar, tendo sido detido.

Esta situação causou algum sobressalto entre os moradores, uma vez que o homem fugiu para uma zona residencial. Nas imediações do local situa-se também uma escola.

Segundo a UAF da GNR, o suspeito está indiciado por um crime tributário de introdução fraudulenta ao consumo. Será ouvido amanhã em primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Felgueiras, com vista à aplicação das medidas de coação.

A detenção ocorreu durante uma ação de fiscalização e de combate à evasão fiscal. Na carrinha do suspeito foram encontrados os 550 mil cigarros, que estavam acondicionados em 275 mil maços de tabaco. Os cigarros não tinham a estampilha fiscal necessária para a sua comercialização em território nacional. O detido também não tinha em sua posse qualquer documento que atestasse a suspensão do imposto.

O valor comercial do tabaco apreendido é de 120 mil euros. Caso fosse vendido nestas condições, o Estado seria lesado em 99 mil euros. Este valor seria resultante da evasão aos impostos. A carrinha na qual o homem circulava ficou apreendida à ordem deste processo.
Felgueiras Unidade de Ação Fiscal UAF Várzea GNR crime lei e justiça crime económico
Ver comentários