Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Homem exibe genitais a crianças

Designer, de 27 anos, suspeito de 17 crimes de abuso sexual.
Fátima Vilaça 11 de Julho de 2018 às 01:30
PJ de Braga
Polícia Judiciária
Rapariga
Rapariga
PJ de Braga
Polícia Judiciária
Rapariga
Rapariga
PJ de Braga
Polícia Judiciária
Rapariga
Rapariga
Ao longo de mais de um ano, o designer gráfico, de 27 anos, parou o carro junto a escolas e jardins-de-infância dos concelhos de Braga e Barcelos e exibiu os órgãos genitais a crianças. Sempre que era notado por algum adulto nesta prática criminosa, logo desaparecia.

Rapidamente, encontrava outra escola para continuar a satisfazer os seus ímpetos sexuais. Durante 18 meses, a Polícia Judiciária (PJ) de Braga recebeu 17 queixas.

Na segunda-feira, os inspetores da PJ detiveram o suspeito, em casa, também localizada no distrito de Braga. Ontem, um juiz de instrução criminal libertou-o. Está, no entanto, proibido de se aproximar de escolas e também não pode estabelecer contacto com as vítimas.

Os ataques aconteceram, pelo menos, desde o início do ano passado. O pedófilo, que é solteiro, estacionava o carro em locais estratégicos, junto a Escolas do Ensino Básico e Jardins de Infância, em locais onde sabia que as crianças tinham, obrigatoriamente, que passar. Quando percebia que seguiam sem a companhia de adultos, exibia os genitais.

Há até relatos de crianças que descrevem atos de masturbação. 

PORMENORES 
Silêncio em Tribunal
O predador sexual, que está indiciado por 17 crimes de abuso sexual, ficou em silêncio perante o juiz que o inquiriu no Tribunal de Braga. Não explicou o que o levou a cometer os crimes, mas recusou submeter-se a tratamento psiquiátrico.

Distâncias mínimas
O Juiz decidiu libertá-lo enquanto decorre o inquérito, mas fica obrigado a apresentar-se duas vezes por semana às autoridades. Está proibido de permanecer a 400 metros de escolas, creches e jardins de infância e a 200 metros das vítimas.
Ver comentários