Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Homem indemniza neta violada em 45 mil euros

Tribunal de Almada condenou-o a cinco anos e quatro meses de prisão efetiva.
Miguel Curado 9 de Julho de 2019 às 09:41
Tribunal de Almada
Tribunal de Almada
Juiz
Tribunal de Almada
Tribunal de Almada
Juiz
Tribunal de Almada
Tribunal de Almada
Juiz
O tribunal de Almada condenou um homem a cinco anos e quatro meses de prisão efetiva, obrigando-o ainda a pagar 45 mil euros de indemnização à neta menor que, segundo a acusação do Ministério Público que levou à condenação, foi violada pelo próprio avô.

Os crimes em causa ocorreram no período compreendido entre os anos de 2012 e 2014, na casa do arguido situada na zona das Paivas, concelho do Seixal.

Em pelo menos três ocasiões distintas, o homem aproveitou-se da proximidade da neta e aproximou o pénis das partes íntimas da criança.

A investigação foi entregue à Polícia Judiciária de Setúbal, que deteve o homem. Acusado pelo Ministério Público do Seixal de três crimes de abuso sexual de criança, foi julgado no tribunal de Almada e agora condenado.

O coletivo de juízes responsável pelo acórdão aplicou uma pena de prisão efetiva e obrigou-o a pagar uma indemnização pelos danos físicos e psicológicos causados à vítima, a título de reparação.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)