Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Homem salvo de morrer afogado na ria do Alvor em Portimão

Polícia Marítima resgata homem preso em rede de pesca.
José Carlos Eusébio e Rui Pando Gomes 18 de Maio de 2020 às 01:30
Homem salvo de morrer afogado na ria do Alvor em Portimão
Homem salvo de morrer afogado na ria do Alvor em Portimão
Homem salvo de morrer afogado na ria do Alvor em Portimão
Homem salvo de morrer afogado na ria do Alvor em Portimão
Homem salvo de morrer afogado na ria do Alvor em Portimão
Homem salvo de morrer afogado na ria do Alvor em Portimão

Foram os gritos de socorro que alertaram, pelas 23h12 de sábado, um pescador lúdico que estava numa das margens da ria do Alvor, no concelho de Portimão. No meio da água havia um homem em risco de afogamento a pedir ajuda. Encontrava-se preso numa rede de pesca, numa altura em que a maré estava a subir rapidamente. Uma patrulha da Polícia Marítima (PM) foi chamada, mas não havia forma de aceder à vítima. Foi então que um dos agentes decidiu lançar-se à ria para efetuar o salvamento.

O homem em risco de afogamento - que alegou que tinha encontrado a rede de pesca e ficou preso ao tentar tirá-la - estava num local profundo e rodeado de lodo e algas, junto ao dique de Alvor. Já se encontrava sem forças. 

O elemento da PM teve de mergulhar, conseguindo depois cortar as redes e os cabos em que estavam presos os pés do homem. Resgatou a vítima da água e transportou-a em ombros, através do lodo e seguindo as indicações do seu colega da PM, até à margem.

A vítima, de 52 anos e residente na zona de Alvor, estava em risco de hipotermia. Enquanto aguardavam a chegada dos meios do INEM e dos bombeiros, os elementos da PM agasalharam o homem, tendo para isso recorrido a um fato de proteção contra a Covid-19. Este foi depois levado para a unidade hospitalar de Portimão, mas apenas por medida de precaução.

"Foi um ato heroico e que nos deve orgulhar a todos", refere ao CM Rodrigo Gonzalez dos Paços, comandante da Capitania do Porto de Portimão, em relação à atuação dos agentes da Polícia Marítima.

O responsável refere que estes elementos, "perante o iminente risco de vida de uma pessoa, decidiram efetuar o seu salvamento, mesmo com risco para eles próprios".

Ver comentários