Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Homem viola 136 vezes sobrinha órfã e com dificuldades cognitivas em Santa Maria da Feira

Tio tinha a menina a seu cargo desde os três anos. Foi condenado a pena de prisão.
Paulo Jorge Duarte 26 de Fevereiro de 2021 às 08:53
Violou múltiplas vezes a sobrinha que estava a seu cargo (ilustração)
Violou múltiplas vezes a sobrinha que estava a seu cargo (ilustração) FOTO: Ricardo Cabral
Um homem, de 50 anos, que violou 136 vezes uma sobrinha órfã, em Santa Maria da Feira, foi detido pela GNR de Lourosa para cumprimento de pena, depois de ter sido condenado a uma pena de 11 anos e meio, pelo Tribunal da Relação do Porto. Foi esta quinta-feira encaminhado pelos militares para a cadeia de Custoias.

O agressor violou a vítima, menor e com dificuldades cognitivas, que estava à sua responsabilidade desde os três anos, altura em que perdeu os pais. Os crimes ocorreram na habitação da família, entre 2013 e 2016, em S. João de Ver. A menina começou a ser atacada pelo tio aos 15 anos.

O arguido já tinha sido condenado pelo Tribunal de Santa Maria da Feira, em 2019, a uma pena de oito anos e meio, pelo crime de violação agravado, em trato sucessivo. O Ministério Público recorreu do acórdão e viu o Tribunal da Relação do Porto agravar a pena por 137 crimes de violação, um dos quais na forma tentada.

A mulher do arguido também foi condenada, no primeiro julgamento, a uma pena de prisão de dois anos e meio, suspensa, pelo crime de violência doméstica. A arguida, de 42 anos, maltratou a sobrinha e a própria filha, na altura grávida. Segundo a acusação, a mulher infligiu maus-tratos físicos e tratamento cruel às duas vítimas. Obrigou as raparigas a passarem a noite num pátio, deitadas no meio dos dejetos do cão. Foi a filha do casal, que escapo, durante a madrugada, dirigiu-se, de pijama e chinelos, ao posto da GNR para denunciar os pais.


Ver comentários