Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Homicida do Funchal em tribunal: “Peço perdão aos meus filhos”

Crime foi cometido a 1 de janeiro, com duas dezenas de facadas.
Sérgio A. Vitorino 8 de Dezembro de 2021 às 09:38
Teresa Fernandes tinha 42 anos
Abel Arreiol confessou ontem o homicídio
Teresa Fernandes tinha 42 anos
Abel Arreiol confessou ontem o homicídio
Teresa Fernandes tinha 42 anos
Abel Arreiol confessou ontem o homicídio
Abel Arreiol, 57 anos, ex-treinador no Nacional, começou esta terça-feira a ser julgado, no Funchal, pelo homicídio de Teresa Fernandes, 42, sua ex-mulher.

O crime foi cometido a 1 de janeiro, com duas dezenas de facadas. Em tribunal, disse: “Assumo tudo. Não há necessidade de ouvir mais testemunhas. Peço perdão aos meus filhos. Se o arrependimento matasse, eu já estava morto”.

O homicídio ocorreu após Abel ter sabido da decisão judicial, no âmbito do divórcio, que lhe ordenava que abandonasse a habitação onde viviam os dois, apesar de separados. Pôs o filho nos treinos e matou a ‘ex’. O Ministério Público pediu uma pena mínima de 22 anos. 

Abel Arreiol Nacional Funchal Teresa Fernandes crime lei e justiça
Ver comentários