Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Pedrógão Grande disponibiliza ajuda às vítimas de Oleiros

Autarca disse que as pessoas que perderam tudo estão também a ser apoiadas pela Câmara e pela Santa Casa de Oleiros e de Álvaro ao nível da alimentação.
Lusa 19 de Outubro de 2017 às 12:54
Fogo destruiu 70 casas e 15 mil hectares de floresta em Oleiros
Fogo destruiu 70 casas e 15 mil hectares de floresta em Oleiros
Fogo destruiu 70 casas e 15 mil hectares de floresta em Oleiros
Fogo destruiu 70 casas e 15 mil hectares de floresta em Oleiros
Fogo destruiu 70 casas e 15 mil hectares de floresta em Oleiros
Fogo destruiu 70 casas e 15 mil hectares de floresta em Oleiros
Fogo destruiu 70 casas e 15 mil hectares de floresta em Oleiros
Fogo destruiu 70 casas e 15 mil hectares de floresta em Oleiros
Fogo destruiu 70 casas e 15 mil hectares de floresta em Oleiros

O presidente da Câmara de Oleiros disse esta quinta-feira à agência Lusa que o seu homólogo de Pedrógão Grande já disponibilizou ajuda para as vítimas do incêndio que afetou o concelho no domingo e que destruiu, pelo menos, 70 casas.

"Houve disponibilidade do senhor presidente da Câmara de Pedrógão Grande [Valdemar Alves] para ajudar as vítimas do incêndio. Diz que tem vários produtos que poderá ceder para a população de Oleiros", disse à agência Lusa o presidente deste município do distrito de Castelo Branco.

Fernando Marques Jorge explicou que, neste momento, são já várias as entidades que disponibilizaram ajuda para Oleiros, entre as quais o município de Pedrógão Grande, a EDP Solidária, Banco Alimentar, Fundação Calouste Gulbenkian, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), entre outras.

"A primeira preocupação da Câmara teve a ver com o realojamento das pessoas que perderam as suas habitações e que neste momento estão ou junto de familiares ou em instalações do próprio município. Também a paróquia de Oleiros disponibilizou instalações para o efeito", disse.

O autarca sublinha ainda que as pessoas que perderam tudo no incêndio de domingo estão também a ser apoiadas pela Câmara e pela Santa Casa de Oleiros e de Álvaro ao nível da alimentação.

"O Banco Alimentar e a EDP Solidária estão a disponibilizar-nos alimentos para serem distribuídos", frisou.

Disse ainda que, em Oleiros, já estiveram presentes responsáveis de várias instituições a analisar a situação no sentido de virem a dar apoio à reconstrução de habitações.

"Em Oleiros, já esteve a Fundação Calouste Gulbenkian que pretende apoiar a reconstrução de algumas casas, a CCDRC quer o levantamento da situação para, através de um programa europeu, poder apoiar essa reconstrução, e a EDP Solidária disponibilizou-se para fazer, gratuitamente, todos os projetos necessários", sublinhou.

Fernando Marques Jorge sublinhou ainda que o Governo também já esteve no terreno a percorrer toda a zona ardida.

"Estamos a trabalhar todos no terreno. Isto não vai cair em saco-roto porque as pessoas de Oleiros e a Câmara não vão deixar", concluiu.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)