Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

INEM assegura que levou uma hora a socorrer piloto após queda de avião no Gerês

Instituto rejeita que tenha havido atrasos no socorro às duas vítimas do acidente.
Lusa 9 de Agosto de 2020 às 12:36
Jorge Jardim
Jorge Jardim
Jorge Jardim
Jorge Jardim
Jorge Jardim
Jorge Jardim
O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) assegurou hoje que o primeiro helicóptero mobilizado para o socorro aos pilotos do 'Canadair' que caiu no sábado, quando combatia o fogo que lavra no Parque Nacional da Peneda-Gerês, chegou ao local cerca de uma hora depois do alerta.

"Recebemos às 11:25 o alerta para o acidente [da queda do 'Canadair']. Às 12:28, chegou ao local o primeiro helicóptero do INEM mobilizado para o acidente. Aterrou a 300 metros do acidente porque não foi possível aterrar mais perto. Às 12:43, a equipa do INEM, que fez o resto do percurso a pé, estava junto da vítima a prestar-lhe socorro", disse à agência Lusa fonte oficial do INEM. 

O Instituto rejeitou assim que tenha havido atrasos no socorro às duas vítimas do acidente e a fonte contactada pela Lusa acrescentou que o piloto português, de 65 anos, estava "em paragem cardiorrespiratória" quando chegou ao local a equipa do INEM, que fez manobras de suporte básico de vida "sem conseguir reverter a paragem".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)