Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Investigação acredita que Maddie morreu atropelada ao procurar pais

Ingleses crêm que corpo foi levado por condutor.
Sara G. Carrilho 26 de Novembro de 2018 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Investigadores ingleses acreditam que Maddie possa ter sido atropelada
A polícia britânica afirma estar a investigar duas novas pistas sobre o desaparecimento de Madeleine McCann, na Praia da Luz, Lagos, em 2007. Os inspetores voltaram a analisar a teoria de que a criança saiu sozinha do apartamento de férias, onde estava a dormir com os irmãos, para procurar os pais, que estavam a jantar com amigos num restaurante. Acreditam que pode ter morrido atropelada.

Segundo o jornal britânico The Sun, a polícia britânica informou agora os pais de Maddie que segue "duas novas e importantes linhas de investigação".

O jornal avança que a Scotland Yard falou recentemente com as autoridades portuguesas sobre a tese de que a menina saiu da casa de férias, após ter dado por falta dos pais, e apontam um cenário já no exterior – que Maddie terá sido atropelada fatalmente por um condutor, alcoolizado, que transportou e largou o corpo noutro local.

PORMENORES
Cenário investigado
Esta hipótese já tinha sido analisada pelas polícias britânica e portuguesa, ao longo da investigação ao desaparecimento da criança, vista pela última vez, quando tinha três anos, no quarto da casa de férias.

Reunião em Portugal
Segundo o ‘The Sun’, houve uma reunião na Procuradoria-Geral da República, que contou com o procurador de Portimão, responsável pela investigação em Portugal. A operação Grange - o nome da investigação inglesa - já recebeu mais de 13 milhões de euros do governo britânico.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)