Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Italiana que atacou PSP apanha 14 meses de cadeia

Jovem de 21 anos foi condenada poucas horas depois do crime.
Miguel Curado e João Carlos Rodrigues 24 de Setembro de 2020 às 08:27
Agente da PSP atacado sangrou da cabeça e teve de ser suturado
Tribunal de Gaia condenou a agressora a uma pena de 14 meses, conversível em multa
Agente da PSP atacado sangrou da cabeça e teve de ser suturado
Tribunal de Gaia condenou a agressora a uma pena de 14 meses, conversível em multa
Agente da PSP atacado sangrou da cabeça e teve de ser suturado
Tribunal de Gaia condenou a agressora a uma pena de 14 meses, conversível em multa
Uma jovem italiana que atacou agentes da PSP na madrugada de terça feira foi julgada e condenada horas depois a 14 meses de prisão efetiva. Uma decisão quase inédita em Portugal e que surpreendeu até o agente ferido.

O caso ocorreu pelas 3h00 de terça feira, quando uma patrulha da PSP de Vila Nova de Gaia se dirigiu ao Jardim do Morro devido a um ajuntamento com mais de 50 jovens. Quase todos dispersaram imediatamente, mas uma mulher de 21 anos, natural de Itália, dirigiu-se ao carro-patrulha, baixou as calças e começou a urinar. Foi chamada à atenção, mas injuriou os agentes, que a manietaram e colocaram dentro da viatura policial. No entanto, a jovem começou a debater-se e a dar cabeçadas nos vidros, pelo que foi retirada do veículo. Nesta altura pegou nos óculos e espetou uma haste na cabeça de um dos agentes. A chegada de reforços permitiu deter a mulher, que foi levada para a esquadra. O polícia foi ao hospital e suturado com perto de 20 pontos.

Mas logo pelas 9h00 do mesmo dia, a mulher foi presente ao tribunal e julgada em processo sumário. Minutos depois o juiz condenou-a a 14 meses de prisão efetiva, para surpresa dos polícias. A pena poderá ser convertida em 420 horas de trabalho comunitário e multa de 600 euros, tendo a mulher 15 dias para recorrer da decisão.

Para o presidente do Sindicato Independente dos Agentes da PSP (SIAP), Carlos Torres, "esta pena é um exemplo para o problema grave de agressões a polícias que existe atualmente".
PSP Portugal crime lei e justiça polícia julgamentos
Ver comentários