Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Jovem casal detido após disparos no Vale da Amoreira. PSP apanhou suspeito a fugir

Detido foi visto a fugir de uma viatura onde se encontrava uma espingarda furtada.
Sérgio A. Vitorino 26 de Novembro de 2020 às 19:13
A carregar o vídeo ...
Detido foi visto a fugir de uma viatura onde se encontrava uma espingarda furtada.

Um homem de 22 anos, que se identificou aos agentes como professor da arte marcial de luta jiu-jitsu, foi detido pela PSP na madrugada desta quinta-feira, no Vale da Amoreira, concelho da Moita, após ter sido visto a fugir de uma viatura onde se encontrava uma espingarda furtada. No carro estava ainda uma mulher de 20 anos, que também foi detida.

Segundo apurou o CM junto de fontes policias, a PSP foi chamada pelas 00h30 ao Vale da Amoreira após denúncia de disparos e discussão na rua. Foram mobilizadas várias equipas para o local - o mesmo onde há uma semana os agentes foram atacados com pedras e ameaçados de morte.

A primeira patrulha encontrou o carro parado e o homem a fugir do mesmo. Foi rapidamente apanhado e algemado, numa ação que um morador registou em vídeo, entretanto divulgado nas redes sociais - onde se ouve o detido a dizer ser professor de jiu-jitsu e a queixar-se do aperto das algemas, desafiando os polícias a darem-lhe um tiro: "depois vamos falar, podes matar-me aqui", ameaçou em tom de provocação.

A espingarda, de marca Beretta, encontrava-se no banco traseiro da viatura. Constava como furtada de uma habitação.

PSP Vale da Amoreira Moita crime lei e justiça polícia questões sociais
Ver comentários