Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Lei que liberta criminosos entra em vigor

A nova lei de execução de penas entra em vigor na segunda-feira, 12 de Abril. O diploma, tal como o CM noticiou em primeira mão a 21 de Março, pode permitir libertações prematuras – com apenas um quarto da pena cumprida – de criminosos mediáticos como o assassino de polícias, Marcus Fernandes, ou o brasileiro Wellington Nazaré, assaltante do BES de Campolide.
10 de Abril de 2010 às 00:30
O brasileiro Wellington Nazaré
O brasileiro Wellington Nazaré FOTO: Mário Cruz/Lusa

O luso-brasileiro, Marcus Fernandes, está preso desde 2005, depois de ter assassinado dois agentes da PSP da Amadora. Ao que o CM apurou, o recluso já passou por quatro cadeias (Lisboa, Linhó, Paços de Ferreira e Monsanto). Em todas, o homicida foi alvo de processos disciplinares e processos-crime colocados por guardas-prisionais. Só em Monsanto, passou já um total de seis meses em celas de castigo. Por isso, fonte prisional adiantou ao CM ser 'quase impossível' que o director-geral dos serviços prisionais venha a autorizar a sua libertação prematura. 

Ver comentários