Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Liga dos Bombeiros acusa Proteção Civil de Pedrógão Grande de não assumir responsabilidades

Ministério Público pediu condenação do comandante Augusto Arnaurt.
Lusa 19 de Maio de 2022 às 17:45
Augusto Arnaut, comandante dos Bombeiros Voluntários de Pedrógão Grande, esteve esta quarta-feira presente no tribunal
Augusto Arnaut, comandante dos Bombeiros Voluntários de Pedrógão Grande, esteve esta quarta-feira presente no tribunal FOTO: Ricardo Ponte
A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) considerou esta quinta-feira que, se o Comando Nacional de Bombeiros já estivesse instalado, chamaria a Proteção Civil a assumir as responsabilidades de que se tem alheado na sequência dos incêndios de Pedrógão Grande.

"A LBP assume a convicção de que, caso já estivesse instalado o Comando Nacional de Bombeiros, nem o comandante Arnaut [dos Bombeiros Voluntários de Pedrógão Grande] estaria na posição em que está, nem o próprio Comando deixaria de chamar a Proteção Civil a assumir as responsabilidades de que agora se tem alheado", referiu aquela estrutura, num comunicado enviado à agência Lusa.

O documento surge um dia depois de o Ministério Público (MP) ter pedido, no Tribunal Judicial de Leiria, a condenação a prisão efetiva, superior a cinco anos, do comandante Augusto Arnaut, no processo sobre os incêndios de junho de 2017, nos quais foram contabilizados 63 mortos e 44 feridos quiseram procedimento criminal.

Ver comentários
}